Sobre a beleza e a arte
28 de setembro de 2015

André Braz é uma referência na dermatologia brasileira e com uma projeção importante no exterior. Além de conceituado palestrante e professor de pós-graduação, André preside importantes congressos científicos pelo mundo. É pioneiro na América Latina no uso das microcânulas para as técnicas de preenchimento facial, o que proporciona um tratamento muito mais artístico e limpo, tendo uma chance muito menor de hematomas e edema pós-procedimento.

O que projetou o nome do dermatologista no exterior foi a publicação de uma técnica de preenchimento no terço médio da face para repor o volume perdido durante o envelhecimento. 

Tal técnica revolucionou a forma de tratar o sulco nasogeniano ( o popular “bigode chinês”), o qual vinha sendo tratado de uma mesma forma há 25 anos.

Dr André defende a reposição de volume na área que causa o sulco nasogeniano, as áreas malar e zigomática ( “maçã do rosto”), e não no sulco propriamente dito. Com isso, o resultado é muito mais duradouro e natural. É uma verdadeira escultura facial onde o resultado final é super natural e eficiente.

Ele desenvolveu essa técnica vendo um tela do renomado pintor real espanhol Velasques, no Museu do Prado, em Madri, onde o pintor retratou um bispo da época na mesma posição em 3 décadas de vida diferentes. O pintor foi colocando mais sombras na face a medida que o bispo ia envelhecendo, principalmente na região malar, o que fez o Dr André se inspirar para criar essa Foi, portanto, a arte das telas e das esculturas as responsáveis por suas criações de técnicas e pela forma de avaliação dos seus pacientes.

O dermatologista criou também várias técnicas de preenchimento e toxina botulínica para todas as áreas da face, ganhando um prêmio em Mônaco, em 2012, e outro no Japão, em 2014 por publicar a relação de perda volumétrica da região das olheiras e a região das maçãs do rosto, mostrando uma classificação as áreas e como tratar cada situação como preenchimento além de mostrar a comprovação anatômica das mesmas.

Dr. André Braz é, portanto, reconhecido por avaliar um rosto não só pelas rugas ou sulcos aparentes, mas pelo formato de cada rosto. Ele avalia a face como um todo e ao classificar o tipo de formato consegue dizer como aquele paciente vai envelhecer ( e previne o mesmo com preenchimento, toxina botulínica, lasers e cosméticos) ou, se já envelhecido, como tratar os sinais do tempo. E é reconhecido por tratar diferencialmente o rosto feminino do masculino.